segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Curso promovido pelo PEA e Rebio das Perobas chega ao fim com apresentação na Câmara de Tuneiras

Educadores, integrantes do projeto “Estrada Boiadeira – Sonho que se realiza” e da Reserva Biológica da Perobas se reuniram na Câmara de Vereadores de Tuneiras do Oeste para o encerramento do curso “Ambiente & Educação - uma abordagem ambiental no cotidiano escolar”.
O curso, que teve duração de 25 horas, teve início no mês de julho e trabalhou a Educação Ambiental por meio de trocas de experiências e debates. Divididos em grupos, os educadores tiveram que elaborar projetos com foco em problemas ambientais da região de Tuneiras do Oeste, como o atropelamento de animais silvestres na área da Rebio das Perobas e o lixo na Estrada Boiadeira.

No encerramento, três equipes fizeram a apresentação dos projetos para a comunidade e para o demais participantes do curso. O grupo 01 mostrou o trabalho desenvolvido com os alunos em sala de aula sobre o atropelamento de animais na BR-487/PR, na área da Rebio.

Já o grupo 02 falou sobre lixo e cidadania e explicou sobre o projeto desenvolvido no Distrito de Marabá, onde alunos e professores estão desenvolvendo uma ação para limpar e conservar a principal praça da localidade. “Como foi proposto o projeto, logo pensei na pracinha, um lugar que seria nosso cartão de visitas. Sempre tem garrafa pet jogada e eu pensei em torná-la um lugar mais aconchegante, mais acolhedor”, comenta a professora do 5° ano da Escola Municipal do Campo 19 de Abril, Terezinha Luiz Belão.


O grupo 04 expôs o trabalho desenvolvido para manter os dois acessos a Tuneiras do Oeste limpos, já que os participantes identificaram uma grande quantidade de resíduos nesses pontos.
Apesar do encerramento do curso, o trabalho com os educadores irá continuar. “A capacitação chegou ao fim, mas as ações na comunidade irão continuar. Os participantes estão motivados com os resultados obtidos, apesar da grande quantidade de trabalho que eles encontraram no município. Nós acreditamos que pequenas atitudes podem mudar a realidade”, afirma Camila Cantarelli, bióloga do projeto Estrada Boiadeira.


Atividades
Ainda como parte da capacitação “Ambiente & Educação”, Camila realizou três atividades com a comunidade de Tuneiras do Oeste. Uma das ações foi realizada no salão paroquial da igreja matriz de Tuneiras do Oeste com adultos e duas delas foram trabalhos práticos com os alunos das escolas dos distritos de Cuaraitava e Marabá, nos quais a bióloga conversou com as crianças sobre lixo e a importância de cuidar do meio ambiente. Ela também reforçou com a criançada que é fundamental que cada um faça sua parte.

A professora Cleide Alves Moreira conta que já havia trabalho o tema na escola porque as ruas do Distrito de Cuaraitava estavam cheias de lixo. Ela explica que a coleta teve início em 2014, mas só passou a ser semanal em 2015 com a pavimentação da Estrada Boiadeira. “É muito importante falar sobre lixo. É um trabalho de anos e anos pela frente, mas temos que começar pelas crianças. Elas precisam saber que o lixo vai desde apontar um lápis até um copinho plástico na hora do lanche e que elas não podem jogar isso na rua, mesmo tendo coletor”, ressalta Cleide.

Nenhum comentário:

Postar um comentário