quinta-feira, 26 de março de 2015

Agricultores de Tuneiras do Oeste esclarecem dúvidas sobre o CAR em palestra organizada pelo PEA

O Cadastro Ambiental Rural é uma das principais ferramentas prevista na nova lei ambiental para a conservação do meio ambiente 

Um grupo de quarenta integrantes da Organização Central das Associações de Desenvolvimento Comunitário de Tuneiras do Oeste (Ocadecto) participou nesta quarta-feira, 25, de uma atividade realizada pelo Programa de Educação Ambiental (PEA) do projeto “Estrada Boiadeira – Sonho que se realiza”, que teve como foco tirar as principais dúvidas dos pequenos produtores rurais sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR).


A ação contou com a importante colaboração do secretário executivo e mobilizador do Sindicato Rural de Tuneiras do Oeste, Alencar Gimenez, que repassou as informações sobre o funcionamento do CAR, a importância do cadastramento e o prazo que os produtores rurais devem cumprir. “O produtor não tem informação nenhuma, principalmente no nosso município. A gente tem uma rádio que não pega em todo o município, nas áreas onde moram os pequenos produtores e essa informação não está chegando lá. Uma atividade assim é muito importante porque eles têm muitas dúvidas e, por mais que a gente tente, não estamos conseguindo conscientizar todo mundo que é obrigatório fazer esse cadastro”, afirma.

A produtora rural Marlice Aparecida Greati, que tem uma propriedade na rodovia Luiz Vitorino Marques, ressalta que a ação do PEA foi muito útil. “Se a gente for tirar uma dúvida sem estar em uma reunião é uma coisa. Agora em um grupo aparecem várias perguntas que acabam esclarecendo várias coisas que a gente acha que nem tinha importância e que serve para o nosso próprio caso”, explica.

CAR
O Cadastro Ambiental Rural (CAR) consiste no registro público eletrônico das informações ambientais do imóvel rural e é obrigatório para todos os imóveis rurais. O documento é obrigatório para a solicitação de licenciamento ambiental, pré-requisito para o crédito agrícola e exigido por cartórios para alterações no registro do imóvel.

Ele é composto de dados pessoais do proprietário ou possuidor rural, além de dados cadastrais e da localização georreferenciada das Áreas de Preservação Permanente (APP), áreas de Reserva Legal (RL) e áreas de uso restrito – AUR de todos imóveis rurais do país.

O prazo para aderir ao CAR termina no dia 05 de maio deste ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário