quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Principais temas do Código Florestal são tratados em atividade realizada pelo Projeto Estrada Boiadeira em Tuneiras do Oeste

Agricultores de Tuneiras do Oeste participaram nesta quarta-feira, 28, de uma palestra sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR), registro obrigatório a todos os imóveis rurais, de acordo com a Lei nº 12.651/12, conhecida como o novo Código Florestal, e que deve ser feito até maio deste ano para que ocorra a regularização ambiental das propriedades e posses rurais.


As orientações foram repassadas por integrantes do Programa de Educação Ambiental (PEA) do projeto “Estrada Boiadeira- Sonho que se Realiza” durante a atividade realizada junto a Organização Central das Associações de Desenvolvimento Comunitário de Tuneiras do Oeste (Ocadecto), no Salão da Terceira Idade de Tuneiras do Oeste.

No encontro, a gerente do PEA, Danielle Tortato, abordou ainda os temas: Área de Proteção Ambiental (APP) e Reserva Legal. “Os pontos abordados na oficina são de extrema importância para os presentes, que são proprietários rurais, vivem e trabalham nesses locais. Deste modo, eles tem a necessidade de entender, detalhadamente, como funciona o novo código florestal e quais são suas obrigações dentro dele”, explica Danielle.

Nova Abordagem
Por ser um assunto novo, o CAR, criado pelo Novo Código Florestal gera muitas dúvidas à população rural de Tuneiras do Oeste, portanto o tema será novamente debatido no próximo encontro com a Ocadecto.
Maria Conceição Santos, coordenadora da entidade, irá reunir as principais dúvidas dos membros da Organização e também os pontos que mais geraram para repassa-los para os integrantes PEA para tornar o encontro mais efetivo.

Projeto Estrada Boiadeira – Sonho que se Realiza
Em parceria com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), a UFPR/ITTI é responsável pelo projeto “Estrada Boiadeira – Sonho que se Realiza” desenvolvido na BR-487/PR entre os municípios de Cruzeiro do Oeste e Tuneiras do Oeste (Lote 3) e Tuneiras do Oeste e o distrito de Nova Brasília (Lote 2).

Além da Gestão Ambiental da obra, o projeto conta com o Programa de Educação Ambiental (PEA), que promove atividades em Tuneiras do Oeste com os trabalhadores da obra e com a comunidade da área de influência do empreendimento, e o Programa de Comunicação Social (PCS), responsável pela interação entre o empreendedor e a comunidade.


Assessoria de comunicação
ITTI – Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura
(41) 3226-6658 | comunicacao@itti.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário