quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Em parceria com UFPR/ITTI, Rebio das Perobas lança livro sobre a unidade de conservação

O livro será distribuído gratuitamente nas escolas e universidades, públicas e privadas, nos municípios de Maringá, Umuarama, Cianorte e Campo Mourão para compor a biblioteca das instituições



O resultado do trabalho de quatro anos e meio entre pesquisas, ações de educação ambiental e luta para conservar a Reserva Biológica das Perobas, foi descrito no livro “Reserva Biológica das Perobas - Uma Ilha de Biodiversidade no Noroeste do Paraná”, lançado nesta quarta-feira, 28, em Tuneiras do Oeste.

A obra trata da história da Reserva e descreve a fauna e flora do local e foi apresentado à comunidade durante um evento organizado pela chefia da Rebio das Perobas, em parceria com a Universidade Federal do Paraná, por meio do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (UFPR/ITTI). O lançamento ocorreu na Câmara Municipal de Tuneiras do Oeste . Estiveram presentes os autores do livro, moradores de região e vereadores do município.

“Os pesquisadores envolvidos na elaboração do plano de manejo da Rebio, em 2012, constataram a necessidade de produzir um livro que reunisse informações de nível científico sobre a fauna e flora da unidade. Desde então, estamos trabalhando em prol desse objetivo” conta Carlos Magalhães, educador ambiental da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e um dos autores do livro.


Em parceria da UFPR/ITTI, por meio do projeto “Estrada Boiadeira- Sonho que se Realiza”, a publicação se tornou realidade. A Universidade colaborou com o projeto fazendo o design e a produção gráfica da obra.
“A linguagem acessível utilizada na publicação tem como objetivo atingir as crianças e jovens locais. Por meio do livro eles poderão ter acesso a um material rico em detalhes e com grande embasamento cientifico sobre a fauna e flora da região Norte e Noroeste do Paraná”, explica o chefe da Rebio, Carlos Alberto Ferraresi De Giovanni.

Reserva
A Rebio das Perobas está localizada nos municípios de Tuneiras do Oeste e Cianorte. Com uma área total de 8.716,13 hectares, a unidade de conservação abriga diversas espécies de animais e plantas, entre elas algumas que ainda não foram catalogadas pela ciência, se tornando, um patrimônio natural muito importante da região.

Projeto Estrada Boiadeira – Sonho que se Realiza
Em parceria com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), a UFPR/ITTI é responsável pelo projeto “Estrada Boiadeira – Sonho que se Realiza” desenvolvido na BR-487/PR entre os municípios de Cruzeiro do Oeste e Tuneiras do Oeste (Lote 3) e Tuneiras do Oeste e o distrito de Nova Brasília (Lote 2).
Além da Gestão Ambiental da obra, o projeto conta com o Programa de Educação Ambiental (PEA), que promove atividades em Tuneiras do Oeste com os trabalhadores da obra e com a comunidade da área de influência do empreendimento, e o Programa de Comunicação Social (PCS), responsável pela interação entre o empreendedor e a comunidade.
A iniciativa é uma medida mitigadora dos impactos ambientais causados pela pavimentação da rodovia, uma das exigências do licenciamento ambiental expedido pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP).

Assessoria de comunicação
ITTI – Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura
(41) 3226-6658 | comunicacao@itti.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário