segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

UFPR/ITTI participa de encerramento da campanha de combate a dengue em Tuneiras do Oeste

Além do sorteio de brindes o evento contou com a votação do nome da mascote da Rebio das Perobas e sensibilização acerca da leishmaniose



O evento de encerramento da campanha de prevenção da dengue, em Tuneiras do Oeste, foi realizado pelo comitê municipal de combate a dengue em parceria com a Reserva Biológica das Perobas (Rebio das Perobas) e a Universidade Federal do Paraná, por meio do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (UFPR/ITTI), na Escola Estadual Duque de Caxias. 
A solenidade finalizou a campanha contra a dengue, realizada desde o dia 25/11 no município. Na ocasião ocorreu o sorteio de diversos prêmios como bicicletas, tablets, celulares, kits informativos, produzidos pelo ITTI, e pequenos brindes. Participaram do evento alunos e professores de oito escolas da cidade e também dos distritos próximos a Tuneiras do Oeste. 

Campanha de combate a dengue
Para fomentar o conhecimento acerca da doença, o sorteio de brindes contou com uma dinâmica de perguntas e respostas. Para ganhar os brindes a criança escolhida deveria mostrar que sabia como combater a dengue, respondendo corretamente a questão proposta pelos organizadores. 
Já os prêmios principais foram sorteados entre as crianças e professores que já tinham preenchido um cupom anteriormente durante outras atividades da campanha. Porém, o prêmio só seria entregue se, após uma visita do comitê de combate a dengue a residência do mesmo, ela estivesse adequada ao padrão correto de um ambiente que não dá chances ao mosquito da dengue, não deixando água parada e tampando as caixas d’água, por exemplo.
“Nosso intuito, com os prêmios, foi chamar a atenção das crianças, entretanto nosso objetivo principal é sensibiliza-los sobre a dengue, e fazer com que eles aprendam que por meio de pequenos atos, eles podem evitar a propagação da doença”, explica Emerson Luiz Lanza, chefe da vigilância sanitária.

Leishimaniose
O combate à leishmaniose também foi abordado no evento. A doença, que também é muito grave, assim como a dengue, causa lesões na pele que demoram a cicatrizar. Ela pode ser evitada por meio de pequenas atitudes no dia a dia como uso de repelentes, telas de proteção contra insetos e cuidados com os animais domésticos.
As dicas de como evitar a enfermidade estão presentes no HQ da leishmaniose produzido pela UFPR/ITTI em parceria com a Rebio das Perobas. O exemplar foi entregue a todos os presentes junto com um kit produzido pelo instituto.
“Como muitas pessoas aqui na região moram próximas a áreas com abundância de mata é necessário abordar o tema e orientar as pessoas a como agir corretamente, evitando o contagio”, frisa Emerson. 

Escolha do nome do mascote
A votação para a escolha do nome do Gavião-pato, mascote da Rebio das Perobas, foi finalizada no evento. As crianças puderam votar entre os nomes Apacanim, Penaco, Perobinha, Rebinho ou Spetu em uma urna disponibilizada pela Rebio no local.
O resultado sairá no dia 20/12 no portal da reserva e também na página do facebook.




Nenhum comentário:

Postar um comentário