sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Projeto Estrada Boiadeira e comunidade se encontram para discutir parceria na zona rural de Araruna

Integrantes do projeto “Estrada Boiadeira – Sonho que se realiza” se reuniram com representantes das comunidades de São Geraldo e de Nova Brasília, que pertencem ao município de Araruna, para explicar como funciona o projeto e quais atividades podem ser desenvolvidas com os moradores dessas localidades, especialmente as ações do Programa de Educação Ambiental (PEA).
Reunião com a comunidade em São Geraldo
As duas comunidades estão localizadas na área de influência das obras de pavimentação do Lote 2 da BR-487/PR e, por esse motivo, podem ter a rotina e a qualidade de vida afetadas pelo empreendimento. Um dos papeis do projeto é justamente trabalhar essas mudanças com os moradores do local, fornecendo informações sobre temas ambientais relevantes de mitigação dos impactos negativos advindos da obra. “O desenvolvimento do PEA junto as comunidades permite a promoção de discussões ambientais e reflexões para desencadear mudanças de atitude, promovendo a conservação ambiental, bem como melhorias na qualidade de vida dos envolvidos”, explica Danielle Tortato, gerente do PEA.

São Geraldo
Em São Geraldo os encontros ocorreram na igreja Assembleia de Deus e no salão paroquial da igreja católica. Os membros da comunidade foram informados pela equipe do projeto sobre o que é e como funciona a Gestão Ambiental de um empreendimento rodoviário federal.
PEA e moradores de São Geraldo discutem temas ambientais

Todos receberam um kit com o livro, o CD, folder e adesivo do projeto, além do livro de Gestão Ambiental do Lote 3 da Estrada Boiadeira, que também foi executada pelo projeto, para que eles pudessem entender melhor a dinâmica do trabalho.

Nos dois encontros, o lixo e os acidentes com animais domésticos na rodovia foram os temas levantados como sendo os maiores problemas da comunidade atualmente. O objetivo do projeto é desenvolver atividades nessas localidades a partir do início de 2015.

“Achamos o trabalho muito interessante e acreditamos que ele pode ajudar nossa comunidade com relação às questões ambientais, principalmente quanto sensibilização das pessoas sobre a queimada de lixo doméstico, que é um problema sério”, afirmou o Luiz Baida.

Em janeiro, outra reunião será agendada para que seja apresentado o plano de trabalho.

Nova Brasília
Em Nova Brasília, o principal tema também foi o lixo
Em Nova Brasília o encontrou reuniu 20 pessoas no salão ao lado da igreja católica. Os moradores do local também comentaram com a equipe do projeto Estrada Boiadeira sobre o problema do lixo nas ruas. Em janeiro será realizada uma nova reunião para alinhar as atividades que serão realizadas na comunidade sobre o tema.



Nenhum comentário:

Postar um comentário