segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Mais de 170 motoristas participam de blitz educativa em Campo Mourão

Em parceria com a PRF, a UFPR/ITTI realizou a ação para sensibilizar os usuários da rodovia sobre o problema do lixo nas estradas


Com o lema “Vamos manter a rodovia limpa?”, o projeto “Estrada Boiadeira – Sonho que se realiza”, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), promoveu uma blitz educativa com os usuários da BR-487/PR com o objetivo de sensibilizar os motoristas sobre a questão do lixo nas estradas. A atividade foi realizada na rotatória da saída de Campo Mourão, sentido Tuneiras do Oeste. 
Com o auxílio da PRF, os motoristas foram abordados pela equipe do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (ITTI), responsável pela Gestão Ambiental da Estrada Boiadeira, e receberam informações sobre o tema por meio de um informativo.
“Se ações como essa tivessem ocorrido há 10 anos, como estaríamos hoje? Muito melhor acredito. Nossa natureza estaria sendo melhor cuidada e poderíamos ter evitado diversos acidentes que já ocorreram na rodovia anteriormente”, explica Cícero de Lira, motorista particular.

Problemas
Os integrantes do projeto conversaram com os usuários da rodovia sobre os prejuízos que jogar lixo na rodovia pode causar, até mesmo para a segurança dos motoristas. 
 “O lixo jogado pela janela do carro pode gerar diversos problemas, como acidentes ocasionados por objetos lançados de veículos ou devido à presença de animais que foram atraídos para a via pelos alimentos jogados pelos usuários das rodovias.” comenta Danielle Tortarto, gerente do PEA. 
Outro ponto importante apontado pela bióloga é o tempo que o lixo demora a se decompor, gerando assim prejuízos em longo prazo para a natureza local e causando entupimento das vias de escoamento da água, acumulando água e assim, podendo ser foco para a proliferação de mosquitos causadores de doenças, como o Aedes aegypti, transmissor da dengue.

Contribuição
Francisco Felipe, policial rodoviário federal, que acompanhou a ação, explica que a campanha ajuda na qualidade da rodovia, aumentando sua segurança e também o fluxo de veículos. “É primordial trabalhar esse tema aqui na região, pois quando as obras estiverem finalizadas o fluxo de veículos aumentará. Não jogando lixo podemos evitar acidentes, principalmente devido a animais que são atraídos, que atrapalham o trafego em geral”, frisa.
Na Estrada Boiadeira, não jogar lixo se torna ainda mais importante já que no Lote 2 , trecho que liga Tuneiras do Oeste a Araruna,  está localizada  a Reserva Biológica das Perobas (Rebio), que abriga espécies de flora e fauna ameaçadas de extinção no Paraná.
“Sensibilizando os motoristas para não jogarem lixo pela janela do carro, podemos evitar queimadas e também a poluição da reserva”, explica a bióloga Danielle.

Receptividade dos motoristas
Os mais de 170 condutores abordados pela ação receberam orientações sobre não jogar lixo nas estradas e também um kit contendo flanelinha, lixocar, que irá ajudar na coleta do lixo dentro dos carros, e materiais informativos sobre o projeto.



Nenhum comentário:

Postar um comentário