quarta-feira, 29 de julho de 2015

Caderno de receitas da Gincana Ecológica

Cascas e talos são facilmente descartados pelas pessoas na hora de cozinhar, não é mesmo? Mas esses e outros alimentos podem ser reaproveitados em várias receitas.

Os moradores dos distritos de Novas Brasília e São Geraldo aprenderam direitinho a lição durante a Gincana Ecológica realizada pelo Programa de Educação Ambiental (PEA) do projeto "Estrada Boiadeira - Sonho que se realiza".

O resultado você confere no caderno 100% Receitas com aproveitamento, que reúne pratos selecionados pela própria comunidade que participou das provas da Gincana.

Confira o passo-a-passo das receitas e aprenda a reaproveitar alimentos:



sexta-feira, 24 de julho de 2015

Projeto de Educação Ambiental começa com capacitação em Tuneiras do Oeste

Um grupo de 19 profissionais das áreas de Educação, Agricultura, Meio Ambiente e Turismo participou de dois dias de capacitação com foco em Educação Ambiental promovida pela Reserva Biológica das Perobas em parceria com a Universidade Federal do Paraná, por meio do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (UFPR/ITTI), que é responsável pelo projeto “Estrada Boiadeira – Sonho que se realiza”.

O curso foi realizado na Câmara de Vereadores e reuniu professores municipais que lecionam para crianças dos 3º, 4º e 5º anos da rede municipal de ensino de Tuneiras do Oeste e representantes das secretarias de Agricultura, Meio Ambiente e Turismo.

“Segurança” foi tema do último dia da Gincana Ecológica

Após várias atividades, a Gincana Ecológica promovida pelo Programa de Educação Ambiental (PEA) chegou ao fim. No Distrito de São Geraldo o encerramento foi feito no dia 18, no período da manhã. Já no Distrito de Nova Brasília a última atividade foi realizada no dia 19 e reuniu mais de 20 pessoas no salão paroquial.
Distrito de São Geraldo


A bióloga Camila Cantarelli tratou de um tema muito importante para os moradores do entorno da Estrada Boiadeira: segurança no trânsito.

Com a conclusão das obras no Lote 2, a tendência é que o fluxo de veículos aumente de forma considerável na região e, com isso, a vida dos moradores também será afetada. Por esse motivo Camila conversou com a comunidade sobre os cuidados que devem ser tomados com o aumento do movimento, entre eles atravessar a estrada somente onde há visibilidade, não deixar animais domésticos soltos na pista, sempre usar cinto de segurança, entre outras medidas.